quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Resultados da guerra no Afeganistão
















Nota: Sem comentários... Esse é o mundo em que vivemos! Viveremos até quando aqui? Isso nós é que determinamos...

Curiosidade - Gordura Vegetal Hidrogenada

A gordura hidrogenada é uma gordura vegetal que foi criada pela indústria para ser uma alternativa à gordura saturada, a do bacon, da lingüiça, da picanha, etc. Mas, como não existe gordura no mundo vegetal - somente óleos - foi criado, então, um processo de transformação desses óleos vegetais em gordura sólida. Aí, começa o problema. Os óleos são colocados em uma câmara com gás hidrogênio - daí, o nome hidrogenada - com alta pressão e alta temperatura, e o resultado não seria bem visto - e muito menos comido - por ninguém. Os óleos se transformam em uma pasta preta, com mau cheiro, que precisa ser alvejada para ficar sem cor e desodorizada para ficar sem cheiro. "Ela deixa tudo crocante porque solidifica nos alimentos após a fritura, formando uma casquinha. Isso acontece também nos vasos que ficam impedidos de dilatar", esclarece a endocrinologista. Por isso, de acordo com a médica, está se tornando comum esportistas jovens sofrerem parada cardíaca durante a prática de qualquer esporte. "Durante a atividade física, o fluxo sangüíneo aumenta, mas o vaso não dilata para a passagem do sangue. É quando ocorre o infarto.

Fontes: Google

A Bíblia preconiza o vegetarianismo

A costumeira justificativa religiosa para o especismo é baseada numa breve passagem bíblica que explicaria nossa natureza semi-divina e nosso direito sobre as demais espécies. Em Gênesis 1:26, está escrito: “Também disse Deus: façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; tenha ele domínio sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus, sobre os animais domésticos, sobre toda a terra e sobre todos os répteis que rastejam pela terra.”.

No entanto, a Bíblia é um livro complexo e permite múltiplas interpretações, além de versões e traduções.

Se verificarmos o original em hebraico, veremos que o que tem sido traduzido como “ter domínio” é a palavra “yirdu”. “Yirdu” poderia ser melhor traduzido como “descerão”. Fosse a intenção do autor do original hebraico de fato transmitir a idéia de domínio na criação, a palavra que deveria ser empregada seria “shalthanhon”. Nem mesmo a idéia de governo benévolo do homem sobre as demais criaturas é passada neste versículo, visto que a palavra que a Bíblia usa quando se refere ao domínio pacífico é “mashel”.

Porém, o que vemos é que foi empregada a palavra ” yirdu”, que permite uma outra tradução do versículo: “Disse Deus: façamos o homem à nossa imagem e semelhança; e descerão para os peixes do mar, e para as aves dos céus, para os rebanhos e para toda a terra e para todo réptil que rasteja sobre a terra”. Se seguirmos essa tradução, que é mais fiel ao original, podemos interpretar que a intenção da Bíblia pode ter sido mostrar que Deus criou o homem de uma maneira especial, mas que o homem desceria (ou seja, seria igualado) para a condição de um animal.

Mesmo a continuação do livro parece apoiar esta idéia. Em Gênesis 1:28, costumamos ver o versículo traduzido desta forma: “E Deus os abençoou e lhes disse: sede fecundos, multiplicai-vos, enchei a terra e sujeitai-a; dominai sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus e sobre todo animal que rasteja pela terra.”. Novamente, a palavra “desça” aparece traduzida como “domine”. O que aparece nesse versículo como “sujeitai-a” é a palavra “kibshah”, que significa preservar. Fosse de fato a intenção do autor transmitir a idéia de “sujeitar” ele teria empregado a palavra “hichriach”.

A tradução literal deste versículo seria: “E abençoou-os Deus e lhes disse Deus: fecundem-se, tornem-se muitos, encham a terra e preservem-na; e desçam para (a condição dos) peixes do mar, e para as aves dos céus e para todo animal que rasteja sobre a terra”.

Esta idéia de que homens e animais estão em pé de igualdade perante Deus encontra-se em Eclesiastes 3:18-21:Disse ainda comigo: é por causa dos filhos dos homens, para que Deus os prove, e eles vejam que são em si mesmos como os animais. Porque o que sucede aos filhos dos homens sucede aos animais; o mesmo lhes sucede: como morre um, assim morre o outro, todos têm o mesmo fôlego de vida, e nenhuma vantagem tem o homem sobre os animais; porque tudo é vaidade. Todos vão para o mesmo lugar; todos procedem do pó e ao pó tornarão. Quem sabe se o fôlego de vida dos filhos dos homens se dirige para cima e o dos animais para baixo, para a terra?

A intenção aqui não é, porém, estender-me em uma tradução revisionista de todo o texto bíblico, mas sim demonstrar que erros de tradução levam a erros de interpretação. Já foi demonstrado muitas vezes que a Bíblia pode ser utilizada para defender qualquer idéia. Pela tradução tendenciosa do versículo de Gênesis 1:26, nasceu toda a concepção de que o homem é um ser semi-divino e tem o direito de sujeitar ao seu domínio todos os demais seres da criação, sujeitar a Terra. Mas e se a intenção do autor tivesse sido outra?

Gênesis 1:29 e 1:30 apresentam a primeira lei dietética estabelecida por Deus para o homem e para os outros animais “E disse Deus: Eis que vos tenho dado todas as ervas que dão sementes e se acham na superfície de toda a terra, e todas as árvores em que há frutos que dão sementes; isso vos será por alimento. E a todos os animais da terra, e a todas as aves dos céus, e a todos os répteis da terra, em que há fôlego de vida, toda erva verde lhes será para mantimento. E assim se fez.”.

Esses versículos demonstram que não era a intenção original de Deus, pelo menos segundo o livro de Gênesis, que o homem matasse animais para comer. A dieta vegana era a consistente com o plano original de Deus. Apesar disso, quantas pessoas não lêem esses versículos diariamente e deixam de refletir sobre seu significado?

O Talmud, coleção de comentários e compilações da tradição oral judaica, reforça a idéia bíblica de que, se no princípio o homem não comia carne, era porque a intenção original de Deus era que este e os demais animais fossem vegetarianos. De fato, escreveram sobre esse assunto muitos comentadores bíblicos, entre eles Rashi (1040-1105), Abraham Ibn Ezra (1092-1167), Maimônides (1135-1214), Nachmanides (1194-1270) e Rabi Joseph Albo (séc. XV).

A Bíblia conta (Gen. 2:8) que quando Deus criou o homem, colocou-o para habitar no Jardim do Éden. Nesse jardim, foi ordenado que o homem se servisse dos frutos de toda árvore (Gen. 2:16), exceto da árvore do conhecimento do bem e do mal (Gen. 2:17). Devido ao pecado original, o homem foi expulso do jardim e recebeu também a permissão para comer as ervas do campo (Gen. 3:18). Poderia-se até dizer que a Biblia sugere que Deus criou o homem frutariano, e depois o fez vegano.

Conforme a genealogia apresentada em Gênesis 5, entre Adão e Noé passaram-se dez gerações. Segundo a Bíblia, nos tempos de Noé, Deus resolveu destruir tudo com um dilúvio, porque toda a criação havia se corrompido. Noé encarregou-se de construir uma arca e salvar sua família e alguns exemplares de cada espécie animal. Conta a Bíblia que, quando as águas baixaram, seres humanos e demais animais saíram e constataram que a terra estava seca.

Podemos, porém, imaginar que, após mais de um ano submersa, já não havia sobre a terra vegetação suficiente para sustentar a todos. Foram Noé e seus filhos, segundo a Bíblia, os primeiros seres humanos que comeram carne.

Toda a harmonia que havia prevalecido entre os homens e demais animais no paraíso, após a expulsão e durante o período do dilúvio, segundo a Bíblia, deixou de existir. “Pavor e medo de vós virão sobre todos os animais da terra e sobre todas as aves dos céus; tudo o que se move sobre a terra e todos os peixes do mar nas vossas mãos serão entregues.” (Gen. 9:2).

Naquele momento, passaram a existir animais herbívoros e carnívoros, e o homem tornou-se onívoro:“Tudo o que se move e vive ser-vos-á para alimento; como vos dei a erva verde, tudo vos dou agora.” (Gen. 9:3). A frase “como vos dei a erva verde” reforça que até então eles só tinham autorização para serem veganos. Seria, porém, esta concessão pontual motivo para justificar que comessemos carne até os dias de hoje?

Segundo Rav Kook, primeiro grão-rabino de Israel, não podemos ver essa permissão para comer carne, dada a Noé em uma situação específica, como uma concessão a toda a humanidade posterior. Em sua interpretação, estava claro que se tratava de uma permissão efêmera, até que a terra voltasse a produzir o alimento. A situação em que Noé se coloca é a de um homem perdido em uma ilha deserta, sem muitos recursos à disposição.

O período das dez primeiras gerações descrito em Gênesis foi, portanto, de pessoas vegetarianas, e a Bíblia mostra que o homem só começou a consumir carne quando condições ambientais o forçaram a tal.

Há um segundo período segundo o qual o autor da Bíblia mostra que Deus pretendia tornar o homem novamente vegetariano. As escrituras contam que, quando os israelitas saíram do Egito, o plano de Deus era que aquele povo recém-liberto da escravidão vagasse pelo deserto pelo tempo necessário para que se purificasse. Foi lhes dado um alimento que caia do céu, que era “como semente de coentro, branco e de sabor como bolos de mel” (Êxodo 16:31, Números 11:7).

Esse alimento, simples, mas completo nutricionalmente, deveria sustentá-los pelo tempo que permanecessem no deserto (40 anos), pois em Êxodos 16:35 está escrito “E comeram os filhos de Israel manah quarenta anos, até que entraram em terra habitada; comeram manah até que chegaram aos limites da terra de Canaã.”.

No entanto, durante a travessia do deserto, alguns incidentes ocorreram. As pessoas começaram a reclamar de sua dieta puramente vegetariana: “Agora, porém, seca-se a nossa alma, e nenhuma coisa vemos senão este manah” (Num 11:6). Por outro lado, pediam novamente pelos alimentos que consumiam no Egito – carne e peixes, entre outros (Num. 11:4-5).

A contra gosto, Deus atendeu às reclamações, providenciando carne sob a forma de codornizes, que foram sopradas pelo ventos dos mares. Porém, logo depois, Deus puniu aquelas pessoas, por não aceitarem de bom grado o alimento perfeito que Ele lhes oferecia: “Estando ainda a carne entre os seus dentes, antes que fosse mastigada, quando a ira do Senhor se acendeu contra o povo, e o feriu com grande praga.” (Num. 11:33).

O lugar onde ocorreu esse incidente foi batizado de “Kivrot Hataava”, que em português significa Tumbas da Luxúria, porque foi o desejo de luxo daquele povo, e não sua necessidade, o que os levou à morte (Num. 11:34).

Essa passagem referente ao manah traz uma idéia de que poucos se dão conta: o alimento que nos é destinado é bastante simples, pode ser encontrado em abundância e nos mantém saudáveis. Por outro lado, quando buscamos alimentos que não nos são apropriados, perecemos.

Atualmente sabe-se, por diversas passagens, que a Bíblia permite o consumo de carne. No entanto, esse consumo se dá mais na base da concessão do que de uma recomendação, como se Deus dissesse: “O ideal é que o homem não coma carne, mas já que ele quer…”.

Por isso, a Bíblia estabelece alguns impedimentos que, em conjunto, são chamados de leis relativas à kashrut: a carne deve estar completamente livre de sangue (Levítico 17:10-14, 19:26; e Deuteronômio 12:16, 12:23, 15:23), somente podem ser consumidos animais considerados puros (Levítico 11), e o abate de um animal deve obedecer a um determinado ritual (Levítico 17:4).

As escrituras relacionadas refletem a observância escrupulosa de muitas regras, mas tão somente no que se refere ao consumo de produtos de origem animal. As únicas condições impostas ao consumo de alimentos de origem vegetal é que estes estejam limpos, o que é facilmente compreensível, do ponto de vista sanitário.

Qual a mensagem da Bíblia, com todas essas proibições ao consumo de alimentos de origem animal? Tornar esse consumo mais refletido, duro, impraticável. É quase impossível cumprir com todas as regras impostas pela Bíblia para o consumo de carne

Justamente nisso está a graça. Com tantas regras, Deus parece de novo estar dizendo “O homem não deve comer carne”.Quando a Bíblia faz referência à generosidade divina (Deut. 8: 7-10; Deut. 11:14; Salmos 72:16, Amos 9:14-15; Jer. 29:5; Isaías 65:21), os produtos mais freqüentemente citados são os frutos, vegetais, sementes, vinho e pão, mas jamais as carnes.

Tal qual no Jardim do Éden, em que nem o homem nem os animais comiam carne, a promessa bíblica é a de que, com a vinda do Messias, novamente o mundo se tornará vegetariano. “O lobo habitará com o cordeiro, e o leopardo se deitará junto ao cabrito; o bezerro, o filhote do leão e o animal doméstico andarão juntos, e um condutor pequeno os guiará. A vaca e a ursa pastarão juntas, e as suas crias juntas se deitarão; o leão como o boi comerá palha. A criança de peito brincará sobre a toca da áspide, e o já desmamado meterá a mão na cova do basilisco.” (Isaías 11: 6-8). Continua Isaías (65:25): “O lobo e o cordeiro pastarão juntos, e o leão comerá palha como o boi; pó será a comida da serpente. Não se fará mal nem dano algum em todo o meu santo monte, diz o SENHOR”.

FONTE

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Meditação!

Sabe... às vezes as coisas parecem ser tão difíceis, tão cansativas, ou até mesmo tão felizes que nem vemos o tempo passar, não conseguimos pensar em mais nada além do que estamos vivenciando e acabamos deixando uma pessoa muito importante esperando, DEUS!

Pensando nisto e com base em outra imagem, criei essa meditação em forma de imagem, para que todos possam colocar como papel de parede, no álbum do orkut, ou em qualquer lugar que lhes faça pensar e leve outras pessoas a pensarem um pouco no tempo que é gasto e em como ele é gasto!

(Clique na imagem para ampliar e salvar)
Jean R Habkost

Centro Nacional da Memória Adventista

Nas minhas "perambuladas" pela internet descobri um ótimo site da igreja:
Centro Nacional da Memória Adventista. Com Vídeos, Artigos, Áudios, e até Wallpapers! Fora todo o conteúdo sobre a história da igreja no Brasil.

Boa navegação meus queridos!

Para semear boas maneiras

Então Isa Saraiva Ferreira resolveu tornar o mundo ao seu redor mais pacífico e agradável de viver. Foi organizando frases e pensamentos e, há 11 anos, reuniu tudo no livrinho Semeando. Aos 58 anos, ela diz não ter pretensão de mudar tudo sozinha, mas faz questão de fazer a sua parte para que todos possam viver rodeados de mais gentileza, cortesia e educação.

Com pequenas dicas, como Trate todas as pessoas como você gostaria de ser tratado, e recomendações de boas maneiras: Não se envergonhe de ser gentil, educado e respeitoso; Isto faz parte de seus deveres de cidadão, o livro não pretende ser mais um guia de etiqueta, mas serve de alerta para melhorar as relações entre as pessoas.

Carioca, Isa colocou sua ideia em prática em Florianópolis, cidade onde vive há 13 anos. No início, contou com o incentivo dos professores do colégio onde estudavam seus filhos, depois de sugerir que as frases de exaltação às boas maneiras, à civilidade e à solidariedade fossem destacadas, diariamente, nos quadros das salas.

Aposentada de uma empresa estatal, Isa demonstra preocupação com a extinção das disciplinas de educação doméstica e educação moral e cívica, que deixaram de ser lecionadas nos colégios e eram responsáveis por transmitir e ensinar valores para as crianças em formação.

Há seis meses, ela resolveu ampliar a divulgação do livro, que também é distribuído em comunidades carentes e doado em ocasiões especiais _, pegou uma cestinha de palha, colocou os últimos exemplares da quinta edição de Semeando e saiu pelas praias da Capital catarinense.

– O ritmo frenético do mercado e o trabalho imposto aos pais contribui para a falta de referências das crianças quanto à educação. Devemos nos preocupar não só com o mundo que estamos deixando para os filhos, mas com os filhos que estamos deixando para o mundo – diz o fôlder distribuído por Isa nas praias.

A coletânea foi idealizada para crianças e jovens, mas, infelizmente, há valores que foram esquecidos por alguns adultos. Para estes, faz um questionamento:

– Até que ponto os adultos têm dado os melhores exemplos de civilidade e feito a sua parte como contribuição para um mundo melhor?

“Se não houver frutos, valeu a beleza das flores; se não houver flores, valeu a sombra das folhas; se não houver folhas, valeu a intenção da semente.”

Poema de Henfil retirado da coletânea Semeando. Contato com a autora através do e-mail isaqsf@gmail.com

(DC)

Nota:Gente simples, gente sincera, gente com garra e vontade de fazer o bem...
Gente que é, às vezes, muito mais que a gente (cristãos), que ficamos esquentando bancos na igreja! Todas as boas maneiras contidas no pequeno livretinho, digamos de passagem que contenha 100 páginas, encontramos no “livrão” de 843 páginas (R.A J.F.A): A Bíblia!

"Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça," (2 Timótio 3:16)

segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

A Conexão entre Religião e Saúde

Alguns cientistas pesquisadores têm verificado a importância da religião para a saúde de indivíduos. Apesar de vivermos numa sociedade materialista incentivadora do consumismo, e que empresas pressionam via marketing agressivo e, muitas vezes, não ético, o consumo de supérfluos e alimentos artificializados, uma minoria pensante da população que não sucumbe à tal pressão e vida aritificializada, sabe que saúde depende de coisas simples, alimentos simples não processados industrialmente, vida no campo, relações humanas afetivas éticas moralmente, sem competição, pelo contrário, compratilhando e praticando espiritualidade ao exercer uma fé religiosa.

Em 12 de Julho de 1999 reuniu-se na Duke University, nos Estados Unidos, um grupo de 12 psiconeuroimunologistas, teólogos e médicos renomados, para uma revisão dos efeitos do estresse sobre o sistema imunológico e para ver como este conhecimento poderia informar-nos sobre a conexão religião-saúde.

Já por 30 anos, centenas de estudos realizados por diferentes investigadores que estudaram diferentes populações, em diferentes povos, revelam a existência da conexão entre envolvimentos religiosos, melhor saúde física e maior longevidade.

Naquela reunião, cientistas da Duke University sugeriram que há a possibilidade de que envolvimentos religiosos possam afetar positivamente a saúde física através de mecanismos neuro-endócrinos e imunes, ou seja, a fé religiosa produziria efeitos no sistema nervoso, em glândulas e no sistema imune humano.

Bruce Rabin, da University of Pittsburgh, mostrou que crenças e atividades religiosas podem influenciar o sistema nervoso simpático, melhorando e aumentando seu funcionamento, ajudando, assim, a diminuir o estresse e melhorar a sociabilidade.

O cérebro e o sistema imunológico (que defende nosso corpo contra agentes estranhos como vírus e certas bactérias) podem estimular ou inibir um ao outro. Células do sistema imunológico produzem uma substância chamada “citoquina”, a qual estimula uma área do cérebro chamada “hipotálamo” através da corrente sanguínea ou dos nervos. Um hormônio, o CRH, produzido no hipotálamo, ativa uma cascata de reações hormonais, no eixo que vai do hipotálamo, passando pela glândula pituitária no cérebro, até a glândula suprarenal. Isto libera, por exemplo, o hormônio cortisol, que pode reprimir o sistema imune. O CRH atuando no cérebro, estimula o sistema nervoso simpático o qual inerva órgãos do sistema imune e regula respostas inflamatórias no corpo. Problemas nestas conexões hormonais conduzem à maior susceptibilidade para doenças e complicações imunes. Alguns aspectos da fé religiosa favorecem estas conexões como veremos em artigos futuros com detalhes.

Ronald Herberman, da University of Pittsburgh Cancer Institute, um dos descobridores das células NK (natural killer cells ou células matadoras naturais) do sistema imune, fez uma revisão dos estudos que revelam as conexões entre estresse social e psicológico sobre a atividade das células NK, cujo estrese pode explicar como fatores psicosociais influenciam a susceptibilidade para o câncer e como afetam o seu desenvolvimento.

Na década de 70 era não raro ouvir-se falar de uma cirurgia chamada “vagotomia”, que é o corte cirúrgico de um nervo chamado “vago”. O cirurgião, na vagotomia, corta este nervo de forma que interrompe a corrente dos estímulos nervosos (eletroquímicos) dirigida aos órgãos por onde ele passa e se comunica. É como se você cortasse o fio que vai da TV à tomada na parede. O que ocorre? A TV não liga. O nervo vago é também chamado de “pneumogastroentérico”. Pneumo tem que ver com os pulmões; gastro tem que ver com estômago e entérico com os instestinos. Este nervo, portanto, segue uma trajetória desde o cérebro, passando pelos pulmões, estômago e chegando aos intestinos. Uma pessoa muito nervosa emocionalmente, estimula demais este nervo e, assim, pode ter reações desagradáveis ou disfuncionais nos pulmões, estômago e/ou intestinos. Cirurgiões, então, usavam (usam) a vagotomia para melhorar ou tentar resolver tais reações físicas nestes órgãos, nas pessoas nervosas ou muito ansiosas. Mas será que resolve, se a pessoa permanece nervosa sem aprender a lidar com suas emoções que afetam estes órgãos?

Hoje sabe-se que a prática de princípios religiosos como o perdão, a compaixão, a fé, a esperança, entre outros, “acalmam” os nervos, por liberar hormônios como acetil colina, endorfina, serotonina, etc., produzindo relaxamento muscular, serenidade, ajudando o corpo físico, melhorando a digestão e absorção de nutrientes, facilitando o sono reparador, aliviando dores físicas, corrigindo a hipertensão arterial, diminuindo a ansiedade, etc.

As sugestões apresentadas pelos cientistas ligados ao estudo e pesquisa da interface religião-saúde, são de que “os eforços em medicina para tratar somente a doença biológica, não resultará em cura completa a menos que os outros aspectos do que ela (a doença) significa para o ser humano sejam também consideradas.” (The Link between Religion and Health – Psychoneuroimmunology and the Faith Factor, Harold G. Koenig, Harvey J. Cohen, Oxford University Press, p.9, 2002).

Filho Meu, atenta para as Minhas palavras; às Minhas razões inclina o teu ouvido. Não as deixe apartar-se dos teus olhos; guarda-as no meio do teu coração. Porque são vida para os que as acham, e saúde para o seu corpo.” (Provérbios 4:20-22)

Dr. Cesar Vasconcellos de Souza

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Você está seguro usando a internet?

Você já parou para pensar na quantidade de informações que são passadas diariamente para o Google e o poder que ele tem de saber os hábitos de seus usuários?

Milhões de pessoas se utilizam de sites de buscas para trabalho, estudo ou compras, além de pesquisas sobre temas mais delicados como uma doença grave, a procura por um amor, uma informação sobre empréstimos...E você sabe qual é o buscador mais utilizado no mundo? O Google, claro.

Metade de todas as buscas da internet são feitas no Google, o que dá ao site o poder de determinar o que será visto e o que ficará esquecido na web. Também não há como deixar de lado seus outros serviços famosos, como o Youtube, Orkut, Gmail, Google Earth, Blogger e Picasa. Junte tudo, mais a quantidade de informação pessoal que o Google é capaz de armazenar a seu respeito e não sobra muit o Google sabe quem você é.

Mas afinal, quanto o Google sabe sobre você, sobre o que você gosta/faz/quer e até onde você está?

O site Center Networks produziu uma lista que mostra como os principais serviços do gigante das buscas podem revelar inúmeras informações a seu respeito.

  • Se você usa o Adwords, eles conhecem o seu plano de marketing e sabem o seu padrão de compras.
  • Se você usa o Adsense, eles sabem qual dos seus sites ganham dinheiro, eles sabem como segmentar os anúncios para o seu site, eles sabem quanto pagar e quanto custa para mantê-lo.
  • Se você usa o Google Alerts, eles sabem quais são os tópicos importantes para você.
  • Se você usa o Analytics, eles sabem quais sites você controla e/ou monitora, sabem sobre as variações e tendências de seu conteúdo.
  • Se você usa o Blogger, eles sabem sobre o que você escreve. Cada palavra, cada frase, tudo e cada link.
  • Se você usa o Calendar, eles sabem onde você foi, é, e qual deve ser o plano.
  • Se você usa o Catalog Search / Product Search, eles sabem que os itens que são de interesse para você e quais os itens que você realmente compra.
  • Se você usa o Checkout, eles conhecem todas as suas informações pessoais: nome, endereço, telefone, cartão de crédito.
  • Se você usa Chrome, eles sabem tudo sobre a sua navegação na internet.
  • Se você usa o Desktop, eles sabem o que você tem no seu PC.
  • Se você usa o Google Docs e Spreadsheets, eles sabem que você qual o tema do seu TCC, e que sua conta corrente só terá R$ 25 no final da viagem.
  • Se você usa o Earth, eles sabem os lugares do planeta que você tem vontade de conhecer.
  • Se você usa o FeedBurner, eles sabem tudo sobre os seus leitores e seus diferentes tipos de leitor.
  • Se você usa o Finance, eles sabem sobre a existência de ações (e outros instrumentos) que você é proprietário, o que você monitora, e as tendências que você quer seguir.
  • Se você usa o Gmail, eles sabem tudo. Sim, tudo.
  • Se você usa os Grupos (Groups), eles sabem que você tem é fã de Pop Art e tem um fetiche por pés.
  • Se você usa a Pesquisa de Imagens (Image Search), eles sabem que você gosta da Madonna e gosta de fotos de gatos.
  • Se você usar a Local Search, eles sabem onde você está agora, e no que você está interessado.
  • Se você usa o Maps, eles sabem onde você pode estar, para onde você pode ir e para onde você foi. E se você tiver GPS, eles sabem onde você está neste exato momento.
  • Se você usa o Reader, eles sabem todos os seus interesses
  • Se você usa o Search (pesquisa no Google qualquer), o Google sabe todas as pesquisas que você tenha feito.
  • Se você usa o Google Talk, eles sabem quem são seus amigos.
  • Se você usa a Toolbar, eles conhecem todos os sites que você visita.
  • Se você usa o Translate, eles sabem que você está aprendendo russo.
  • Se você usa o YouTube ou o Google Video, eles conhecem todos os vídeos que você assistiu, os gêneros que você gosta, aqueles que você comentou e os que você enviou.

Deu pra perceber que o Google realmente conhece os hábitos, desejos e dúvidas de seus usuários, portanto, qualquer produto que ele lançar será sucesso. Mas toda essa onisciência pode preocupar.

O fato do Google saber tudo sobre seus usuários só não é motivo de medo maior porque o primeiro lema da empresa prega “Don’t be evil”, ou seja, “não seja mau”. Portanto, embora a empresa queira concentrar todas as informações em um só lugar, a gigante das buscas afirma que não pretende explorar isso maleficamente. Isso seria jogar fora toda a credibilidade conquistada em seus mais de dez anos de existência.

Jornalista: Aline Cezar Nogueira

Nota: Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome.” (Apocalipse: 13:17)

Vemos aqui uma forte prova de que podemos ser controlados pelo mundo, podemos ser vigiados, monitorados, espionados e sem nem ao menos nos tocarmos disso!
Como poderão saber se eu sou um seguidor de Deus ou da “besta” futuramente? Há varias maneiras, mas quem sabe seja essa uma delas, afinal Satanás não é onipresente!!!

Pense melhor antes de EXPOR SEUS DADOS PELA INTERNET!!!

A tatuagem e a Bíblia

Hoje um amigo meu (não cristão) me perguntou sobre a tatuagem e a bíblia. Fiquei um tanto perdido, pois nunca havia me preocupado nem me encontrado em uma situação que precisasse de alguma explicação sobre isso. Mas com a glória de Deus encontrei um artigo sobre o assunto, e aqui está:

A revista Galileu número 86 traz algumas informações interessantes sobre a tatuagem nos dias atuais:

A TATUAGEM NUNCA ESTEVE TÃO NA MODA
É impossível ir a praia, sair na rua e não encontrar um desenho, estampado no corpo das pessoas. Para muitos, a tatuagem é um modismo, ou seja, logo passa e assim virá outra febre. Contudo, a tatuagem tem se tornado uma mania mundial e que traz dados interessantes.
Nos Estados Unidos, existem mais de 40 milhões de pessoas adeptas do tal fetiche. Na Europa, o aumento da demanda deu origem a uma nova disciplina acadêmica, a Psicologia da Tatuagem, ensinada nas Universidades de Milão e Roma.

Apesar do modismo, a tatuagem não sai do corpo, ou seja, é impossível removê-la, e ao contrário de um modismo, não pode ser trocada a cada estação.
Um dos métodos mais avançados para se remover a tatuagem é o chamado PHOTODERM, uma máquina a laser que remove a tinta.

Segundo, o cirurgião Cláudio Roncai: "É um tratamento demorado e caro e o aparelho não representa a solução definitiva, pois normalmente sobram vestígios de pigmentos na pele".

DISCRIMINAÇÕES SOFRIDAS POR QUEM FAZ TATUAGEM
Lizete Araújo, vice-presidente da CATHO, uma firma de consultoria em recursos humanos especializada na recolocação de executivos, afirma: "Normalmente, as empresas adotam os valores da sociedade, que, de maneira geral, ainda rejeitam esses adereços".

Desde a década de 1950, os cirurgiões tentam amenizar a angústia de quem um dia desobedeceu um princípio social e familiar, afirmando que "o corpo é meu", e sofreu o preconceito e agora se encontra arrependido.

A tatuagem pode ser um peso que a pessoa vai carregar para toda a vida e que pode prejudicá-la de três formas distintas:

Socialmente - pois ela vai sofrer discriminação e preconceito.
Emocionalmente - porque a tatuagem é uma marca permanente e, mesmo que a pessoa sinta arrependimento, não conseguirá removê-la totalmente.
Espiritualmente - Quando a pessoa descobrir a origem das tatuagens e verificar por si mesma que ela é instrumento relacionado com deuses e práticas ocultas e pagãs.



ANALISANDO O ASSUNTO PELA BÍBLIA

"Não fareis lacerações na vossa carne pelos mortos; nem no vosso corpo imprimireis qualquer marca. Eu sou o Senhor." (Levíticos 19:28)

Pelo contexto de Levítico 19:28 e Deuteronômio 14:1,2 podemos compreender que os golpes e marcas no corpo tinham relações com rituais pagãos que envolviam a memória de mortos, faziam parte da identificação e vinculação da pessoa com crenças em deuses e rituais pagãos e eram uma violência praticada contra o corpo.

Assim, não é recomendável que um cristão marque seu corpo com tatuagens, pois o seu corpo é um templo do Espírito Santo. Veja I Coríntios 6:19,20:

"Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus."

O dragão, preferência absoluta entre os jovens, testemunha o desejo de auto afirmação.

Porém, o dragão na Bíblia simboliza Satanás. Veja Apocalipse 12:9; 20:2:

"E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, que se chama o Diabo e Satanás, que engana todo o mundo; foi precipitado na terra, e os seus anjos foram precipitados com ele."

"E vi descer do céu um anjo, que tinha a chave do abismo, e uma grande cadeia na sua mão. Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo e Satanás, e amarrou-o por mil anos."

Os cristãos devem portanto ouvir as recomendações divinas que estão registradas na Bíblia e procurar em tudo obedecer a Jesus e seguir o Seu exemplo, desligando-se de tudo no mundo que não é edificante.

"Todas as coisas são lícitas, mas nem todas as coisas convêm; todas as coisas são lícitas, mas nem todas as coisas edificam." (I Coríntios 10:23)

"Rogo-vos, pois, irmãos, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus." (Romanos 12:1,2)

"Portai-vos de modo que não deis escândalo nem aos judeus, nem aos gregos, nem à igreja de Deus." -(I Coríntios 10:32)

"Não dando nós escândalo em coisa alguma, para que o nosso ministério não seja censurado." (II Coríntios 6:3)

Embora não seja o ideal, muitas pessoas hoje em dia estão se tatuando. Não devemos generalizar e dizer que toda a pessoa tatuada está distante do Senhor Jesus.

Se você possui uma tatuagem não pense que não pode aproximar-se de Deus por causa disto. Deus é um pai misericordioso. Ele o ama independentemente do seu passado.

Também não devemos concluir que por uma pessoa ter uma tatuagem ela não possa receber os favores do Deus de amor, perdão e direção. Como diz o ditado: “O amor tem bons olhos” e Deus é amor!

Sempre existe esperança de salvação a todos os que antes não conheciam a Verdade e o Caminho. Cristo morreu e pagou pelos pecados de todos. Assim, uma pessoa que era assassina antes, mas conheceu a Cristo, se arrependeu e mudou de caminho, está salva, pois Cristo já pagou o preço de todos os assassinatos que esta pessoa cometeu. Na Bíblia temos várias histórias assim, sendo uma das principais a história do rei Manassés, que foi um dos piores reis de Israel e que só se arrependeu quando perdeu tudo que tinha. Até seus filhos ele queimou no fogo. Imagina! Você acha que teria salvação pra alguém assim? Mas teve! Deus o perdoou quando ele reconheceu que estava errado e se arrependeu.

Deus se importa com a nossa saúde física e aparência. Mas muito mais Ele atenta para o nosso coração. Veja o que Deus falou a Samuel por ocasião da escolha do rei Davi para substituir Saul.
Mas o SENHOR disse: —Não se impressione com a aparência nem com a altura deste homem. Eu o rejeitei porque não julgo como as pessoas julgam. Elas olham para a aparência, mas eu vejo o coração.” (1 Samuel 16:7 NTLH)

Se você fez uma tatuagem motivado pela ligação com algum ídolo ou falso deus, peça perdão, renuncie ao seu pacto anterior e decida servir ao verdadeiro Deus. O Criador não rejeita nenhum dos seus filhos que vêm a Ele com sinceridade.

Todo aquele que o Pai me dá, esse virá a mim; e o que vem a mim, de modo nenhum o lançarei fora.” (João 6:37 RA)

O importante é você decidir daqui para frente ser fiel ao único Deus verdadeiro.

Mas, se vocês não querem ser servos do SENHOR, decidam hoje a quem vão servir. Resolvam se vão servir os deuses que os seus antepassados adoravam na terra da Mesopotâmia ou os deuses dos amorreus, na terra de quem vocês estão morando agora. Porém eu e a minha família serviremos a Deus, o SENHOR.” (Josué 24:15 NTLH)

Se você se arrependeu de ter colocado uma tatuagem, não se desespere. Tenha a certeza de que Deus o ama de igual forma. O fato de você ter uma tatuagem não irá impedir a sua entrada no reino de Deus.

Jesus nos prometeu uma nova vida e um novo corpo, de carne e osso, só que eterno! Assim, alguém que perdeu um braço ou uma perna, ou não teve visão nesta vida, terá um corpo perfeito na Nova Vida. Isso também resolverá o problema de quem tem tatuagem, entende? De qualquer modo, sempre há esperança de salvação.

Jesus quer mudar o interior de todos nós antes de Sua volta. Depois tudo que for exterior será facilmente mudado por ELE!

quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Pérola do Criacionismo - E a Arca, Onde Está?

Um pouco antes da revolução Russa (1917), aviadores russos avistaram o que sobrou da arca no monte Ararat (Turquia). Essa notícia foi publicada pelos principais jornais do mundo em 1923. Chegou-se a fazer expedições para encontrar a gigantesca embarcação. Relatórios e fotografias foram entregues ao Czar. Dias depois de o Czar ter recebido tal material, o governo russo foi derrubado pela Revolução Bolchevista. E o material sobre a arca se perdeu.
Mas os documentos foram visto. Megan Butler, editora do livro Anastásia, The Lost Princess, livro que conta a história da vida da filha do Czar russo, diz que o autor do livro passou 20 anos pesquisando sobre Anastásia. Durante uma de suas entrevistas, ele ficou chocado quando ela começou a falar sobre uma expedição que seu pai – o czar – havia enviado ao Ararat pra medir e fotografar a arca. Ela contou que viu as fotos e os relatórios e, inclusive, usou uma cruz feita com madeira escura da arca.

Muitos antes que houvesse Rússia, Nicolau de Damasco, biógrafo de Herodes o Grande, falou da arca no Ararat e disse que a madeira ainda está lá. E, em 1883, o governo turco enviou uma expedição ao monte para vistoriar os danos causados por um terremoto. O grupo relatou a descoberta da parte frontal de uma barca antiga a 4.200 metros, na montanha. Tiraram medidas, entraram na arca e relataram ter visto estábulos e jaulas na embarcação. Mas não houve muita repercussão na época devido ao sucesso da teoria evolucionista de Darwin.

Em 1944, pilotos da Força Aérea Americana avistaram e fotografaram a arca. Vence Will foi um dos pilotos que viram as fotos e garante que era realmente a arca de Noé. Na décadade 70, Ron Bennett, voava a bordo do Força Aérea 1 (o avião presidencial), como fotojornalista da agência de notícias UPI na Casa Branca, ao lado do então presidente Jimmy Carter. O avião ia da Polônia para Teerã, no Irã. Os tripulantes participariam de uma celebração de Ano Novo oferecida pelo xá. Quando sobrevoavam o Ararat, puderam ver a grande embarcação semi-encoberta pelo gelo.

Alguns anos atrás, quem “viu” a arca foi um satélite. Spot é um satélite artificial francês que órbita a Terra a 890 quilômetros de altura. É capaz de identificar objetos de até 10 metros e foi usado na Guerra do Golfo. Ele confirmou através de fotos a localização da arca no Ararat. Além do satélite, o astronauta James Irwing também fotografou a arca.

Talvez você esteja se perguntando: “Se ela está mesmo lá, por que não se organiza uma grande expedição para comprovar tudo?” Primeiro, porque durante quase todo ano o Ararat permanece coberto de gelo; por isso só é possível avistá-la ocasionalmente. Segundo: os terroristas curdos atrapalham e atacam expedicionários que se aventuram a subir o monte; aquela é uma região muito conturbada. Nos anos 90, mais de seis mil pessoas morreram no Ararat. E só há permissão para se subir do lado sul enquanto a arca está do lado norte.

Finalizo este capítulo com a declaração de fé de um geólogo adventista: “Provavelmente, a maior descoberta arqueológica de todos os tempos – a arca de Noé – esteja sendo preservada providencialmente para, no momento certo, ser revelado ao mundo, como um monumento, prestando silenciosamente sua homenagem ao Criador e Mantenedor da vida, o mesmo Deus que amorosamente deseja implantar em nosso ser a Sua própria imagem, para que possamos habitar eternamente em Sua companhia, no Novo Céu e na Nova Terra, finalmente restaurados.”

Fonte: História da Vida pág. 144 à 146 – Michelson Borges.

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Liberta-me!



Nota: O mundo clama por um libertador, o mundo clama por Cristo! Sejamos nós a comitiva de frente desse libertador, tenhamos amor na missão que Cristo nos deixou, tenhamos zelo pelo poder libertador que Ele tem! Vamos propagar o evangelho, para que o Senhor logo venha!

Não vos deixarei órfãos!

"Não vos deixarei órfãos, voltarei para vós outros." (João 14:18)

Cristo queria que Seus discípulos compreendessem que não os deixaria órfãos. "Não vos deixarei órfãos", declarou Ele. "Voltarei para vós outros. Ainda por um pouco, e o mundo não Me verá mais; vós, porém, Me vereis; porque Eu vivo, vós também vivereis." (João 14:18 e 19). Gloriosa, magnífica promessa de vida eterna! Embora devesse Ele ausentar-Se, a relação dos discípulos para com Ele devia ser a de filhos para com seus pais.

"Naquele dia, vós conhecereis que Eu estou em Meu Pai, e vós, em Mim, e Eu, em vós." (João 14:20). Ele procurou impressionar a mente dos discípulos com a distinção entre os que são do mundo e os que são de Cristo. Estava prestes a morrer, mas desejava que eles compreendessem que tornaria a viver. E conquanto, após Sua ascensão, estivesse ausente deles, poderiam vê-Lo e conhecê-Lo pela fé, e teria por eles o mesmo amoroso interesse que tivera enquanto esteve com eles. ...

As palavras dirigidas aos discípulos vêm até nós, por meio de suas palavras. O Consolador é nosso, tanto quanto deles, em todos os tempos e todos os lugares, em todas as tristezas e nas aflições todas, quando as perspectivas se apresentam escuras e desconcertante o futuro, e nos sentimos desajudados e sós. Essas são ocasiões em que o Consolador será enviado, em atendimento à oração da fé.

Não existe consolador como Cristo, tão terno e tão verdadeiro. Ele Se compadece de nossas fraquezas. Seu Espírito fala ao coração. Podem as circunstâncias separar-nos de nossos amigos; o vasto e turbulento oceano pode rolar entre nós e eles. Embora prevaleça ainda sua sincera amizade, talvez sejam incapazes de demonstrá-la fazendo por nós aquilo que haveríamos de receber com gratidão. Mas circunstância alguma, nenhuma distância pode separar-nos do Consolador celestial. Onde quer que estejamos, aonde quer vamos, Ele sempre ali está, concedido em lugar de Cristo, para agir por Ele. Está sempre a nossa mão direita, para nos falar palavras amáveis e calmantes; para apoiar, suster, erguer e animar.

A influência do Espírito Santo é a vida de Cristo na alma. Esse Espírito opera em todo aquele que recebe a Cristo, e por meio dEle. Os que experimentam em si essa habitação do Espírito revelam seus frutos: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé.

Ellen G. White Review and Herald, 26 de outubro de 1897.

sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Esperança - Só quem vive é que entende

Sonhos? Perdidos, Planos? Fracassados, Oportunidades? Nenhuma, Realizações? Poucas ou nada, Vontade de viver? As vezes, Lutas? Muitas, Vitórias? Não sei dizer, Fracassos? Quase sempre.

Observando as perguntas e respostas acima poderíamos dizer de cara que estou sendo pessimista e melancólico na introdução deste artigo. Alguns diferem melancolismo de realidade, e é possível haver razões por ambos os lados.

Mas desafio meu querido leitor a observar o mundo ao nosso redor. Agora me diga, dá arrepios, nojo, decepção, frustração, desespero, angústia e revolta. Se nós que aparentemente temos uma vida razoável, ficamos ressentidos com tudo o que acontece ao nosso redor, agora imagina aqueles que não tem uma vida como a que temos?

Me lembro quando tinha cerca de 10 anos. Viviamos em um curtiço na grande São Paulo. Meu irmão que fazia o papel de pai pra mim (por eu não ter pai) saia de madrugada para trabalhar e chegar somente a noite. Minha mãe saia também de madrugada e só chegava a noite. Eu com apenas 10 anos de idade passava o dia todo sozinho. Era eu quem fazia o almoço, era eu quem limpava a pequena casa que morávamos, era eu quem lavava algumas peças de roupas, era eu que com apenas 10 anos me responsabilisava por todos afazeres da casa.

Me lembro como se fosse ontem. Tanto sofrimento, tanta angústia e muita pobreza. Viviamos no fundo de um grande curtiço e sempre que passava pelos corredores do curtiço era assaltado pelos maiores. Qualquer coisa que tinha nas mãos ia embora. Me lembro de tudo, porque com apens 10 anos de idade eu era uma criança que tinha esperança, esperança de um mundo melhor e justo, esperança de que as coisas fossem diferentes, esperança de ver menos sofrimento na vida de minha mãe e irmão. Quantas vezes chorei, quantas vezes pensei que nossa vida não receberia oportunidades, quantas vezes pensei que não teríamos mais do que estava ao nosso alcance, quantas vezes pensei que as oportunidade passavam bem longe de nós. Talvez seja essa a razão porque amadureci muito rápido.

Não vou entrar nos detalhes de tudo, apenas quero colocar que essa é a realidade de muitos nesse planeta. Quando imagino que na africa muitas famílias não vivem mais do que R$30,00 mensais, penso que a minha situação quando criança era bem melhor e favorável do que esses humanos que vivem naquele continente.

Sabe meus queridos, minha vida mudou, tudo mudou. Sei exatamente onde foi o ponto de partida dessa mudança. Mas muitas pessoas ainda continuam vivendo na miséria, muitos ainda estão nas favelas e curtiços, muitos ainda vivem na criminalidade por causa de oportunidades que só chegam pra quem tem dinheiro, muitos estão vendo seus sonhos morrerem, suas realizações virarem apenas fantasias, vendo seus destinos sendo traçados pela miséria da vida.
Onde quero chegar? Veja, tudo isso está ligado diretamente com os que professam ser cristãos.

Quando Jesus esteve aqui nesse mundo, Ele foi a procura dessas pessoas, dos desabrigados, dos que tinham sonhos assassinados, dos pobres, dos mendigos, dos enlutados, dos miseráveis, dos que viviam em curtiços. Jesus sofria imensurávelmente em vê-los naquela situação. Jesus tinha profunda compaixão porque não os havia criado para desfrutar de sofrimento e angústia.
Se existe alguém que sonha e deseja ardentemente pela volta de Cristo a esse mundo, essa pessoa é Ele próprio. Ninguém aqui nesse planeta debilitado sonha mais com o desfecho de tudo do que o próprio Deus.

Muitos cristãos estão acomodados com as coisas da vida, enraizados nos pecados do mundo e em seus entretenimentos. Muitos que professam ser cristão parecem não desejar a volta de Jesus. Muitos estão ainda querendo se casar, outros ainda querendo ter filhos, outros ainda querendo desfrutar do novo salário ou do novo emprego, outros ainda estão querendo continuar mais um pouco no luxo adquirido, outros ainda querem primeiro conhecer as 7 maravilhas do mundo, etc, etc, etc.

Agora eu pergunto: E os que estão nas sarjetas? E os que estão vivendo de R$30,00 por mês? Alguém parou para perguntar para os alejados que vivem nas cadeiras de roda se eles desejam a volta de Jesus? Alguém parou para perguntar para aquele que está em fase terminau se ele deseja que tudo isso acabe o mais rápido possível? Alguém já perguntou para aquele que sai de madrugada e só volta a noite, pra nessa correria toda ganhar apenas um sálario mínimo por mês se ele ou ela desejam que a nova terra chegue logo?

Sinceramente, quando olho para o cristianismo hoje acabo sofrendo a tentação de imaginar que Gandi estava certo ao dizer que "não me tornei cristão por causa dos próprios cristãos". É lastimável.

Viver a verdadeira religião é viver pelos outros. Ser cristãos é se interessar pelos pobres e afortunados. Ser discipulo de Jesus é remediar a vida dificil que essas pessoas vivem. Essa é a verdadeira religião. Muitos cristãos acham que são cristãos porque tem um título de Dr. em teologia, outros acham que são discipulos de Jesus porque acham que são bachareis em teologia, outros se acham grandes porque são lideres de fachada ou porque tem uma grande posição na sociedade. Ledo engano. Quando Jesus voltar, títulos e certificados serão queimados, posições de lideranças ou de status servirão de testemunhas a favor ou contra no dia do juízo pelo mal ou bom uso deles.

Ninguém vive a verdadeira religião se não for para lutar pela causa dos desfavorecidos, dos pobres, mendigos e abandonados. Ninguém será salvo por permanecer atrás de uma escrivaninha liderando uma igreja. Todos os que forem salvos serão pessoas que como Cristo fizeram como Ele, foram ao encontro dos que sofrem e dos que são deixados nas sarjetas da vida.
Existe muitos teologandos que quando se formam lutam para receberem chamado em regiões mais ricas que ficam bem longe da pobreza.

Não estou dizendo isso para acusar ninguém, mas para mostrar que se isso acontece em sua vida, saiba que é hora de cair aos pés de Jesus e implorar a ele pela transformação de seu caráter. É hora de lutar contra a fachada da religião. É hora de encarar o ministério como ele deve ser encarado. Quero lembrar a todos que pastorado não é certificado, pastorado é chamado. Pastor não se forma na faculdade, pastor se forma com joelhos no chão e com atitude de cumprimento da missão.

Existem muitos pastores que não são pastores e muitos membros leigos que são verdadeiros pastores da igreja. Não estou desmerecendo a faculdade de teologia e nem o pastorado, mas só estou mostrando o verdadeiro posicionamento dos fatos. A faculdade é importante para o devido preparo mas não é tudo, o chamado vem de Deus e o devido preparo também.

Todos e todos são chamados por Deus para tirar as pessoas não somente do pecado mas também dos sofrimentos existentes na vida, e todos são chamados não somente para ajudar as pessoas nos seus sofrimentos da vida mas também para retirá-las do pecado. Devemos viver e agir como Jesus viveu e agiu. Ele veio e nos deu exemplo claro de como deve ser nossa vida.

Sei que esse tipo de mensagem encomoda a muitos, porque muitos não querem sair detrás das mesas de escritório, muitos não querem sair de frente dos blogs, muitos não querem deixar o luxo da vida, muitos não querem suportar o mal cheiro das pessoas que vivem em condições lastimáveis, muitos não querem se misturar com os pobres e com os doentes. Jesus se misturou com toda essa gente. Ele se preocupou com todos. Muitos nem querem mais sair para dar estudos bíblicos, com medo e receio de perder o status que possui.

Muitos que são de classe alta ou de classe média não querem dividir o que eles tem. Quero lembra-los que o seu dinheiro não é seu, pertence a Deus e Deus lhe concedeu para literalmente dividir com os pobres. Todo dinheiro acumulado até aos centavos servirão de sentença contra ti no dia do juízo. Se não querem que seus bens e dinheiro acumulado não sirva de testemunho de sua perdição então comece já a investir na obra de Deus, seja na pregação do evangelho seja na ajuda aos mais necessitados.

Quero encerrar fazendo um apelo usando um simples texto bíblico. Permita que este verso crie uma reflexão profunda em sua vida, pois vou fazer o mesmo comigo. Deus nos chama para cumprir a missão de salvar as pessoas tanto do pecado quanto do sofrimento da vida. Ele quer que venhamos a refletir o seu caráter. Um caráter de amor e de altruísmo.

DIGA PRA VC MESMO, CHEGA DE VIVER A FACHADA DA RELIGIÃO

"Aquele que diz que está Nele, também deve andar como Ele andou". (I João 2:6)

Gilberto Theiis.

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Alimentação Saudável

Dia 31 de Janeiro, estarei palestrando na Igreja Adventista do Sétimo Dia de Jaguaruna – SC, (agenda). No período matutino serei o pregador no culto divino e logo à tarde, farei uma palestra abordando o tema saúde através da boa alimentação. Ambas fazem parte da série “Literalmente Verdade”. Na palestra (à tarde), "Reformando a saúde", estarei falando sobre um artigo muito bom sobre química nos alimentos que encontrei na “Revista dos Vegetarianos”, indico-a para todos e também lhes deixo um dos vídeos que usarei na palestra. Logo estarei disponibilizando o áudio e os slides da palestra, assim poderão baixar, estudar e divulgar, mas não alterar o conteúdo.

Essa é para o Vovô e para a Vovó

A terceira idade inicia-se em torno dos 65 anos de idade, mas muitos fatores influenciam na velocidade e intensidade do processo de envelhecimento de cada um. Dentre estes podemos citar a alimentação, o meio ambiente, estilo de vida, o hábito de fumar, a alimentação, a prática de atividade física, a depressão, o stress, etc.

A escolha de alimentos e os hábitos alimentares dos idosos são afetados não apenas pela preferência, mas também pelas transformações que acompanham a experiência de envelhecer em nossa sociedade. Se as pessoas vivem sós, com familiares ou em instituições, tudo isso afeta o que elas comem.

Exemplos de mudanças físicas provocadas pelo envelhecimento que afetam a nutrição

Trato digestório: Os intestinos perdem força muscular, o que resulta em motilidade retardada levando a constipação. Inflamação do estômago, crescimento bacteriano anormal e grande redução do débito de ácido prejudicam a digestão e absorção. As dores podem causar recusa de alimentos ou ingestão reduzida.
Composição corporal: Perda de peso e declínio da massa corporal magra levam a necessidades diminuídas de calorias. Pode ser evitável ou reversível com a prática de atividades físicas.
Órgãos sensitivos: A diminuição dos sentidos do olfato e paladar podem reduzir o apetite; visão diminuída pode dificultar a compra e a preparação dos alimentos.
Hormônios: Por exemplo, o pâncreas secreta menos insulina, e as células tornam- se menos responsivas, causando metabolismo anormal de glicose. É preciso cuidado para desenvolver um caso de diabetes.

O alimento é fundamental para a manutenção de todos os nossos processos vitais. Ele nos fornece a energia necessária para a manutenção destes processos. Uma dieta adequada é aquela que assegura a ingestão equilibrada de açúcares, gorduras, proteínas, fibras, vitaminas e sais minerais, além de água.
Todo alimento possui vários nutrientes, e estes nutriente exercem uma função no organismo. Portanto os alimentos são classificados em grupos de acordo com a quantidade de nutrientes que possuem, e a função que exercem.
As funções dos alimentos são classificadas em: energética, construtora e reguladora.

Função Energética

Uma das funções dos alimentos é a de fornecer energia que funciona como combustível para exercermos as mais diversas atividades (andar, falar, respirar, para o coração bater, etc.)
Portanto os alimentos que mais fornecem energia são os que possuem quantidades elevadas de carboidratos e gorduras.
Alimentos Energéticos:
Fontes de carboidratos: arroz, milho, centeio, pão, macarrão, batata, aveia, cará, inhame, açúcares, doces, mel, geléia, cevada trigo, aveia, etc.
Fontes de gorduras: creme de leite, amêndoas, amendoim, manteiga, margarina,etc.
Estes alimentos devem ser consumidos moderadamente, devido o seu consumo excessivo estar associado a incidências de obesidade, dislipidemias e hipertensão arterial. É importante ressaltar que a ingestão de alimentos ricos em gordura auxilia na absorção das vitaminas lipossolúveis.

Função Construtora

É a de fornecer “material” para construção e manutenção das diferentes partes do corpo e a reparação dos tecidos que são perdidos com maior freqüência, através de descamações, suor, cicatrizações, dentre outros. Os alimentos que exercem esta função são fontes de proteínas. As proteínas e que são responsáveis pela formação dos anticorpos (protege contra as doenças), e de todos os órgãos do nosso corpo.
Alimentos Construtores:
Fontes de proteínas: ovos, feijão, ervilha, lentilha, soja, grão de bico, leite iogurte, coalhada, carne, etc.
O consumo de leite e derivados torna-se ainda mais importante na terceira idade devido os ossos ficarem mais fracos e são de difícil cicatrização.

Função Reguladora

Regular as funções do organismo, ou seja, facilitar a digestão e absorção dos nutrientes,
fortalecer o sistema imunológico, permitir o bom funcionamento intestinal, proteger a visão, pele e dentes.
Os alimentos reguladores são fontes de vitaminas, minerais e fibras.
Alimentos Reguladores:
Fontes de vitaminas, minerais e fibras: pepino, berinjela, abobrinha, chuchu, cenoura, limão, laranja, goiaba, manga, caju, morango, mexerica, almeirão, acelga, brócolis, escarola, mostarda, salsa, couve e cereais integrais.

Dicas para o idoso ter uma alimentação saudável

- Planejar as refeições diárias. Faça um cardápio bem variado;
- Fazer as refeições em local agradável
- Higienizar sempre as mãos antes das refeições.
- Se possível fazer as refeições em companhia de outras pessoas.
- Não ficar preso às regras de etiqueta.
- Preparar refeições atrativas e saborosas
- Comer devagar, mastigando bem os alimentos.
- Cortar os alimentos em pedaços pequenos, moer, ralar, desfiar ou alterar sua textura.
- Tomar líquidos devagar, gole por gole.
- Variar alimentos e forma de prepará- los.
- Utilizar com moderação óleos vegetais para preparar as refeições.
- Não cozinhar com gordura animal (banha, toucinho).
- Reduzir o consumo de açúcar e sal. Retirar o saleiro da mesa;
- Incentivar o consumo de frutas e hortaliças. Usar leite e derivados desnatados, pães integrais, arroz integral;
- Comer de 3 em 3 horas;
- Dar preferência à água e sucos naturais. Evitar refrigerante;
- Não substituir refeições por guloseimas e lanches;
- Ingerir diariamente um produto probiótico (leite fermentado, iogurtes,etc.)
- Evitar consumo excessivo de bebidas alcoólicas.
- Manter o peso dentro dos limites saudáveis.
- Praticar atividade física após orientação com um proficional;

Para garantir o recebimento adequado de todos os nutrientes, é
é importante ter uma alimentação balanceada e diferenciada!!!!

Elaboração: Daiane do Carmo (nutricionista)
Mariana Braga Neves (nutricionista)

Perigos do bronzeamento

Um estudo recente descobriu que não existe bronzeamento seguro. Qualquer bronzeamento pode causar danos ao DNA, devido à exposição à luz ultravioleta, o que pode aumentar a propensão ao câncer de pele. O sol também leva ao envelhecimento precoce da pele. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) dezenas de milhares de pessoas morrem todos os anos devido ao câncer de pele, a maioria por causa do melanoma maligno. “Os sinais nas células que induzem a aparência bronzeada parecem ser danos no DNA. Danos no DNA são o primeiro passo para uma mutação celular que pode causar câncer; portanto não existe nada nem perto de um bronzeamento saudável”, disse Dorothy Bennet, bióloga celular da Universidade St. George de Londres.

Outro estudo afirma que mesmo as menores exposições à luz solar são perigosas, incluindo todo tipo de bronzeamento artificial. Receber um pouco de luz do sol todos os dias é importante, porque a radiação ultravioleta estimula a produção de vitamina D no organismo. Mas a luz ultravioleta necessária para um bronzeado é muito, muito maior do que a necessária para produção de vitamina D. Tudo o que causa mutações no DNA aumenta o risco de contrair câncer.

(Hypescience)

Nota: Em nome da vaidade ou por puro modismo, as pessoas colocam em risco a própria saúde. Bom seria se todos reconhecessem que o corpo é templo do Espírito Santo e não uma vitrine com artigos em exposição; que todos obedecessem às leis da vida que, uma vez seguidas, resultam em saúde e verdadeiro bem-estar.[Michelson Borges]

Assino em baixo : Jean R. Habkost. (rsrs)

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Meditação!

Vivemos em tempo de luta tão constante como nunca antes, entre as duas forças que regem esse mundo, e não a tempo para brincar de cristão! Satanás esta prestes a exercer o seu maior engano, a personificação de Cristo, e com isso torna o mundo cada vez mais cristão, um cristianismo deturpado, nada palpável, baseado em emoção, sem doutrinas sólidas e transformadoras, para que quando vir como Cristo, expressando até mesmo sua roupa descrita em Apocalipse 1: 14 e 15 ( Eventos Finais pág. 142), possa encontrar o mundo de braços abertos para um “cristo” liberal, moldado a imagem e semelhança do mundo. Sejamos nós solidificados ao verdadeiro Cristianismo, onde somo NÓS transformados a imagem e semelhança de Cristo, O Cristo!

Ser evangélico ou participar do mundo gospel em hipótese alguma determina se somos ou não cristãos, mas seguir a Cristo sim... Já leram essa frase em alguns carros: “Deus é fiel”? Isso determina o cristianismo da pessoa que à usa? Ser cristão não é saber se Deus é fiel ou não, por que Ele é, mas sim se somos ou não fieis a Ele!
Você faz o que Cristo manda ou o que você gosta de fazer?
Você come o que Cristo manda ou o que você gosta de comer?
Você se veste como Cristo manda ou como a moda manda?
Quem é o senhor? Aquele que manda ou aquele que obedece?
Jesus é o Senhor! Não eu, não você, não nós...
Sejamos santos meus irmãos, sejamos separados, e não gospels, ou apenas evangélicos...

Se alguém vem ter convosco e não traz esta doutrina, não o recebais em casa, nem lhe deis as boas-vindas. Porquanto aquele que lhe dá boas-vindas faz-se cúmplice das suas obras más.” (2 João 1: 10 e 11).

Em seus esforços para alcançar o povo, os mensageiros do Senhor não devem seguir as maneiras do mundo.” (Testimonies, vol. 9, pág. 143).

Aqui está a perseverança dos santos, os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus.” (Apocalipse 14:12)

Jean R. Habkost.

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

6º Encontro Nacional de Criacionistas


No Centro Universitário Adventista de São Paulo (UNASP), campus de SP, nos dias 15 a 18 de Janeiro, teremos nomes renomados no mundo criacionista, brasileiros e internacionais, Ben Clausen (USA), Roberto Biaggi (Argentina), Nahor Neves (BR) e dentre outros, o foco deste ano é "Evidências e especulações sobre as origens". Para participar é necessário inscrever-se, e isto pode ser através do site, que contém todas as informações disponíveis até para hospedagem. Vale a pena ir! Infelizmente eu não poderei ir, apesar da grande vontade, mas já entrei em contato com a equipe de reportagem, e TALVEZ, conseguirei as filmagens das palestras, caso consiga estarei disponibilizando os vídeos aqui no blog. Mas volto a dizer que vale a pena ir, nada como estar lá!

Anúncio 'ateísta' estreia em 800 ônibus no Reino Unido

A escritora Ariane Sherine posa ao lado de ônibus londrino com anúncio de 'campanha ateísta' com as palavras: 'Provavelmente, Deus não existe. Agora pare de se preocupar e aproveite sua vida'. Os anúncios ateístas estrearam nesta terça-feira (6) em 800 ônibus pelo Reino Unido, além de estações do metrô, em uma 'resposta' aos anúncios cristãos comuns nos coletivos britânicos. Ela recebeu doações e teve apoio de uma entidade humanista e do biólogo Richard Dawkings.

(G1)

Nota: “Diz o insensato no seu coração: Não há Deus” (Salmo 14:1).

Pois não me envergonho do evangelho, porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê, primeiro do judeu e também do grego; visto que a justiça de Deus se revela no evangelho, de fé em fé, como está escrito: O justo viverá por fé. A ira de Deus se revela do céu contra toda impiedade e perversão dos homens que detêm a verdade pela injustiça; porquanto o que de Deus se pode conhecer é manifesto entre eles, porque Deus lhes manifestou. Porque os atributos invisíveis de Deus, assim o seu eterno poder, como também a sua própria divindade, claramente se reconhecem, desde o princípio do mundo, sendo percebidos por meio das coisas que foram criadas. Tais homens são, por isso, indesculpáveis; porquanto, tendo conhecimento de Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças; antes, se tornaram nulos em seus próprios raciocínios, obscurecendo-se-lhes o coração insensato. Inculcando-se por sábios, tornaram-se loucos” (Romanos 1: 16 à 22)


Dawkins é o autor do livro “Deus, um delírio”, ateu convicto. Uma pena, pois tapa o sol com a peneira. Por que ele não explora ou apenas para e pensa quem sabe na lei da termodinâmica, provando que o universo teve um começo, ou quem sabe em algum principio antrópico, como a terra não pode ter mais nem menos que 22% de oxigênio em sua atmosfera, a lua não pode estar nem mais longe nem mais perto da terra, a rotação da terra e outros diversos fatores que apontam para uma mente infinitamente geniosa, um DESING INTELIGENTE?!


Por fim, como eu sempre digo que devemos olhar OS DOIS LADOS DA MOEDA, recomendo-vos o seguinte livro “O delírio de Dankins”, por Alister McGrath, professor de História da Teologia em Oxford, e sua esposa Joanna McGrath, nesse pequeno livro põem à prova o fundamentalismo ateísta de Richard Dawkins em sua obra "Deus, um delírio." O objetivo do livro não é responder a cada objeção colocada em Deus, Um Delírio, pois, segundo o autor, tornaria o livro extremamente pesado e enfadonho. Mas sim, avaliar o quão competente Dawkins é em seus juízos sobre a religião e deixar a conclusão final quanto a confiabilidade do mesmo para o leitor.

Boa leitura, meus queridos!

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Para que serve o jejum? Como jejuar?


Jejum é abstinência de alimento durante algum tempo.

Há diferença entre:

JEJUM RITUAL: praticado regularmente, com objetivos ritualísticos, característica da lei e prática judaica e de outras religiões:Levítico 16:29-31.

JEJUM ESPONTÂNEO: sempre acompanhado de orações, tendo somente objetivos especiais. É sempre secreto: Mateus 6:18. Na Bíblia, o jejum espontâneo tem os seguintes objetivos:

1) Honrar a Deus: Isaías 58:3-7, Mateus 6:18
2) Humilhar-se perante os juízos divinos: Salmo 35:13, 2 Samuel 12:16, Neemias 9:1-3, Joell 2:12
3) Como período de preparação para as batalhas espirituais: Mateus 4:1-3, 17:21.

CARACTERÍSTICAS DO JEJUM BÍBLICO ESPONTÂNEO:

1) Quebrantamento: Salmo 69:10, Neemias 9:1
2) Reservado e secreto: Mateus 6:18
3) Com um (ou mais) dos 3 objetivos: honrar a Deus, humilhar-se e preparar-se
4) Sempre acompanhado de orações: Salmo 35:13, Atos 13:3

QUAL O PERÍODO DO JEJUM ?
Indeterminado, podendo ser por um pequeno período. O que importa não é sua extensão, mas suas características bíblicas. Exemplo: Daniel 9:3-19.

PORQUE O JEJUM É SECRETO ?
Para evitar qualquer orgulho e hipocrisia. O fariseu deu mau exemplo, ao declara em público seu jejum: Lucas 18:9-14. Lembre-se, humildade é um grande princípio Cristão, que nós devemos seguir.

PODE-SE BEBER DURANTE O JEJUM ?
É necessário, para evitar desidratação. A maioria dos jejuns bíblicos era somente de alimento. O jejum de Jesus no deserto foi somente de alimento: Mateus 4:2 (“teve fome”, não se menciona a sede).

O JEJUM É SÓ DE ALIMENTO ?
Recomenda-se abster-se de televisão, relações conjugais e outras distrações. É preferível um pequeno período de jejum completo do que um grande período cheio de “atividades”, sem alimentação, pois o grande objetivo é encontrar-se com Deus! Como pode ter seu encontro com Ele cuidando do seus afazeres? Isso só vai debilitar o seu organismo.


TODO CRISTÃO DEVE FAZER JEJUM ?
Sim, todo Cristão deve passar por essa experiência magnífica de restauração espiritual, e de humilhação perante o Criador, Deus do Universo, Deus que deve ser o Senhor de nossas vidas. Porém aqueles que não tiverem condições físicas para isto, cuide-se para um dia estar preparado para um bom jejum. Jejuar não é obrigação, mas um recurso espiritual. Observe que Jesus não jejuava sempre: Mateus 9:14-15, Lucas 5:33-35.


O MAIOR JEJUM
Pegue sua cruz e carregue seguindo a Cristo, o maior jejum é abster-se de nossa natureza pecaminosa a cada dia, e alcançar a natureza, o caráter de Cristo, esse é o meio de nos salvarmos, sendo semelhantes a Cristo, largando de uma vez por todas nossos desejos carnais, subindo cada dia mais os degraus da salvação.

Estudo complementado por Jean R. Habkost

terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Dupla corta peito para expor coração da vítima

Duas adolescentes contaram, em depoimento, como mataram estudante encontrada na Beira-Mar, na Capital

Rosenilda Salete Passos, 19 anos, encontrada morta na manhã do dia 29 de dezembro ao lado da ciclovia da Avenida Beira-Mar Norte, na Capital, foi jogada ao mar, ainda viva, com uma pedra no vestido. As duas adolescentes de TREZE ANOS que confessaram o crime recolheram o corpo da água para cortar o peito da vítima e escrever frases pelas pernas que denunciavam o motivo do assassinato.

Além da frase “morri de talarica”, as jovens escreveram com delineador, nas pernas da estudante, “morte aos gambés” – se referem, respectivamente, a pessoas que conquistam o parceiro de outra e a policiais. As duas usaram pedaços do espelho de um estojo de maquiagem para cortar o peito da vítima. Em depoimento à delegada Sandra Mara Pereira, na tarde de domingo, afirmaram que queriam DEIXAR O CORAÇÃO EXPOSTO, mas não conseguiram.

– Elas são de uma frieza incalculável. Elas descreveram a morte RINDO – disse a delegada.

Na tarde de domingo, uma delas acompanhou os policiais na reconstituição do crime.

Traição foi o motivo do crime

Há cerca de 20 dias, uma das adolescentes encontrou seu namorado dormindo com a vítima e prometeu matá-la. Mas no dia do crime, elas estavam no Parque da Luz, no Centro de Florianópolis, e conversavam como amigas. Acompanhadas da segunda suspeita, andaram até a Avenida Beira-Mar, onde, por volta das 3h30min, começaram a jogar pedras em Rosenilda. Em seguida, entraram em luta corporal para depois matá-la por afogamento.

Uma pedra foi colocada dentro do vestido da jovem, que foi jogada ao mar. As duas recuperaram o corpo. Além de escreverem nas pernas e cortarem o peito da estudante, elas disseram que “brincaram” com um graveto com a espuma expelida pela boca da vítima.

De acordo com a delegada, as adolescentes não têm residência fixa, dormem na casa de amigos e passam a noite na rua. Uma delas já teria morado com a vítima em um apartamento em Palhoça. As jovens afirmaram que não usam drogas, mas a mãe de uma delas denunciou que a filha teria tido relacionamento com um traficante. À delegada, a mãe disse que a filha “escolheu este caminho” (do crime) e que deveria pagar pelo que fez.

Desde domingo, as adolescentes estão apreendidas no Plantão Interinstitucional de Atendimento (Pliat), no Bairro Agronômica. Elas permanecerão no local até o juiz decidir a medida socioeducativa que deverão cumprir. Podem ficar apreendidas até três anos.

Segundo as jovens, o homem que teria sido o pivô do crime está em Porto Alegre (RS).

( DC)

NOTA: VOCÊS FAZEM IDÉIA DO QUE É ISSO? A ONDE CHEGAMOS? O CÚMULO! UMA CRIANÇA DE 13 ANOS TENTANDO ARRANCAR O CORAÇÃO DE OUTRA PESSOA, MATANDO-A A SANGUE FRIO! QUE ABSURDO!

"Sabe, porém, isto: nos últimos dias, sobrevirão tempos difíceis,pois os homens serão egoístas, avarentos, jactanciosos, arrogantes, blasfemadores, desobedientes aos pais, ingratos, irreverentes,desafeiçoados, implacáveis, caluniadores, sem domínio de si, cruéis, inimigos do bem,traidores, atrevidos, enfatuados, mais amigos dos prazeres que amigos de Deus" (2 Timóteo 3:1 à 4)

DEPOIS VENHAM ME DIZER QUE NÃO ESTAMOS NO LIMEAR DO FIM DESTE MUNDO...

"TEMEI A DEUS E DAI-LHE GLÓRIA, POIS É CHEGADA A HORA DO SEU JUÍZO; E ADORAI AQUELE QUE FEZ O CÉU, E A TERRA, E O MAR, E AS FONTES DAS ÁGUAS." (Apocalipse 14:7)