terça-feira, 11 de agosto de 2009

Não é querer ser alarmista, mas...

Estamos em média a 60 dias de debates, alarmes, ações e mortes com relação a gripe A. O vírus surge do nada e mata do “nada”. A principio tínhamos o título de “gripe suína” porem nem um caso de suínos foi mostrado, nem ao menos uma crise na produção ocorreu. É de se pensar... Então vemos o cumprimento parcial de uma das profecias de Cristo com relação ao fim dos tempos (Lucas 21:7-12). Temos hoje uma pandemia com provavelmente todos os países do mundo infectados. Hospitais lotados e um povo desesperado! Pessoas com leves sintomas de gripe normal com medo imediatamente procuram agencias de saúde como postos e hospitais, causando uma super lotação “desnecessária” e proliferando ainda mais o tal vírus em determinadas ocasiões. Temos governantes em estado de alerta e um certo gral de desespero, pensando efetivamente em alguma solução para evitar tragédias maiores. Então surgem as medidas: paralisação de escolas, eventos em ginásios, grandes reuniões como do o campori de desbravadores em Santa Helen – PR, e por fim qualquer tipo de eventos com um grande numero de pessoas.

Aqui está o ponto onde eu queria chegar. Satanás tem 6 mil anos de artimanhas, caminhando para os últimos grandes enganos, trabalha como nunca antes. Coloquemo-nos no lugar de Satanás em pensamos: “Tenho o povo de Deus pisando no meu calo frequentemente, e é um grande estrovo para os meus planos. Preciso se possível enganar até os eleitos, porem eles sabem que surgiram leis e decretos que os impediram de propagarem a sua fé, impedido até mesmo que sua igreja se mantenha de pé. Não posso ir direto ao ponto e entregar as minhas cartas na manga. Mas penso que se eu continuar os alimentando com o meu alimento “espiritual” e os tornando cada dia mais mornos e mais acomodados os deixarei tão desapercebidos que não serão capazes de notarem o cerco se fechando ao seu redor, conseguirei um bom resultado.

Estamos dormindo no ponto! Não querendo ser alarmista, mas juntando os pontos é notável algumas questões interessantes. Primeiro temos um super vírus que segundo alguns cientistas é uma mutação provinda de laboratório. Depois temos o mundo inteiro em questão de semanas infectado, temos agora uma crise de preocupação e medidas “drásticas” começam a tomar lugar e força como solução para o problema. Paralisação de reuniões em locais fechados com grande numero de pessoas é uma delas. O que nos faz lembrar isso? Nossos cultos, nossas programações de evangelismo, nossos ensaios de corais, nossos amparos sociais e etc.

Igreja Adventista Central de Tubarão-SC paralisa ensaio do coral, pequenos grupos, cultos de sábado e domingos a mando do prefeito da cidade. União Sul Americana da IASD cancela IX Campuri. IAP (Instituto Adventista Paranaense) paralisa aulas por dez dias. Igreja Adventista de pelotas cancela programações de evangelismo e aconselha rigorosamente o não deslocamento de membros para fora ou dentro da cidade.

Essas são algumas das notícias que tive conhecimento durante está última semana. Porém creio fielmente que existem outros problemas que não estão ao meu conhecimento.

É tempo de acordar meus queridos. Estamos em um tempo o qual nunca houve!

Jean R. Habkost

2 comentários: