sexta-feira, 1 de outubro de 2010

O Representante de Cristo na Terra

Muito cedo na Igreja Cristã houve confusão a respeito da identidade, missão e ministério dO Espírito Santo. Através de Sua encarnação, Jesus identificou-se com a raça humana. Enquanto Se preparava para deixar o mundo, Cristo enfatizou o ministério dO Espírito Santo, que É Onipresente e pode ministrar em Seu nome a toda a raça humana. Ao passo que O Espírito Santo é frequentemente mencionado no Antigo Testamento, mesmo assim é evidente que o povo Judeu não tinha uma clara compreensão do Espírito Santo, O Representante de Cristo na Terra e de Seu ministério. O Espírito Santo É mencionado já logo no começo do relato de Gênesis: “E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas.” - Gênesis 1: 2

Não é de surpreender-se que o povo de Deus tem tido uma profunda fascinação, e nem sempre uma clara compreensão, dO Espírito Santo e Seu ministério, porque O Espírito Santo quase nunca É representado como tendo qualquer tipo de forma corpórea. Está além da imaginação do homem compreender Tal Ser. Geralmente falando, há mais de um milênio o conceito dO Espírito Santo foi dividido em duas formas: (1) Aqueles que acreditam na Pessoa dO Espírito Santo, em oposição àqueles que crêem que O Espírito Santo É um agente de poder, enviado por Deus para prover fortalecimento e guia a Seu povo; (2) há também uma sutil divisão quanto a se O Espírito Santo É enviado de Deus ou se Ele é enviado por Cristo. Mas as Escrituras não nos deixam em trevas com respeito a este assunto.

No batismo de Jesus O Espírito Santo foi chamado de O Espírito de Deus.
E, sendo Jesus batizado, saiu logo da água, e eis que se lhe abriram os céus, e viu o Espírito de Deus descendo como pomba e vindo sobre ele.” - Mateus 3: 16

Jesus chamou O Espírito Santo de O Espírito de vosso Pai.
Porque não sois vós quem falará, mas o Espírito de vosso Pai é que fala em vós.” - Mateus 10: 20

Mas as palavras de Jesus, registradas no evangelho de João, esclarecem a questão:
E eu rogarei ao Pai, e Ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre.” - João 14:16

Jesus, mais à frente, indica que Ele enviará O Consolador a partir dO Pai.
Mas, quando vier o Consolador, que eu da parte do Pai vos hei de enviar, aquele Espírito da verdade, que procede do Pai, testificará de mim.” - João 15: 26

Não precisa haver confusão, pois os textos acima comprovam o fato de que O Espírito Santo vem ao homem a partir dO Pai, mas por intermédio de Jesus.

Quanto ao conceito dos Pioneiros Adventistas sobre a personalidade dO Espírito Santo, as seguintes declarações de Urias Smith e Willie White revelam sua falta de entendimento quanto a o que constitui uma pessoa. Urias Smith declarou, em 1890, a respeito dO Espírito Santo:

A Bíblia usa expressões que não podem ser harmonizadas com a ideia de que ele é uma pessoa como O Pai e O Filho. Ao invés disso, ele é apresentado como sendo uma influência Divina de Ambos. ...usualmente fala-se dele de maneira a mostrar que ele não pode ser uma pessoa. ...Ele é frequentemente citado como sendo “vertido” e “derramado”. - Smith, em Review & Herald, 28 de Outubro de 1890.

Numa carta escrita em resposta a uma pergunta sobre o que E. G. White cria a respeito da personalidade dO Espírito Santo, o Ancião W. C. White, filho da profetisa, escreveu para H. W. Carr:

30 de Abril de 1935.
Querido irmão Carr
Eu tenho em minhas mãos sua carta de 24 de Janeiro. Por alguns meses eu tenho sido tão pesadamente pressionado com trabalho ligado a manuscritos que estamos preparando para imprimir, que minha correspondência teve que esperar.

Em sua carta você pediu-me para dizer-lhe o que eu entendo ser a posição de minha mãe com respeito à personalidade dO Espírito Santo.

Isto eu não posso fazer, porque eu nunca entendi claramente seus ensinamentos sobre esta questão. Sempre houve em minha mente alguma perplexidade com respeito ao significado de seus pronunciamentos, os quais, em minha forma superficial de pensar, pareciam ser algo confuso. Eu tenho frequentemente lamentado não ter possuído aquela agudez de mente que poderia resolver essa e outras dificuldades similares, e então lembrando-me do que a Irmã White escreveu em Atos dos Apóstolos, págs. 51 e 52, “a respeito de tais mistérios que são profundos demais para o entendimento humano, o silêncio é ouro”, eu tenho considerado melhor refrear-me de discussão, e tenho empenhado-me a dirigir minha mente a questões mais fáceis de serem entendidas.

Quando eu leio a Bíblia, descubro que O Senhor ressurreto soprou sobre os discípulos (João 20: 22) e disse a eles: “recebei vós O Espírito Santo”. O conceito recebido das Escrituras parece estar em harmonia com o que está escrito em Desejado de Todas as Nações, pág. 669, também em Gênesis 1: 2, Lucas 1: 4, Atos 2: 4 e também 8: 15 e 10: 44. Muitos outros textos podem ser citados, os quais parecem estar em harmonia com esta declaração de Desejado de Todas as Nações.

As declarações e os argumentos de alguns de nossos ministros em seus esforços para provar que O Espírito Santo era um indivíduo, como o É Deus O Pai e Cristo, O Eterno Filho, tem me deixado perplexo, e algumas vezes eles me tem entristecido.

Minhas perplexidades diminuíram um pouco quando eu aprendi, no dicionário, que um dos significados para “Personalidade” era “Características”. Eu concluí portanto, que pode haver personalidade sem haver a forma corpórea que O Pai e O Filho possuem.

Há muitos textos nas Escrituras que falam dO Pai e dO Filho, e a ausência de textos que façam referência similar à obra conjunta dO Pai e dO Espírito Santo, ou de Cristo e dO Espírito Santo, tem me levado a crer que o espírito sem individualidade foi o representante dO Pai e dO Filho através do Universo, e é através dO Espírito Santo que Eles habitam em nossos corações e nos fazem um com O Pai e com O Filho. ...[o restante da carta responde a outros assuntos].

Com amáveis considerações, permaneço sinceramente seu irmão, W. C. White ” - Austin P. Cooke, Pessoa Divina ou Poder Divino, Anchor, Setembro de 1997, pgs. 7, 8.

Entretanto a questão do Espírito Santo era muito clara para a Irmã White. Enquanto viveu perto do Colégio de Avondale, onde a Irmã White escreveu a maior parte do Desejado de Todas as Nações, ela contemplou O Espírito Santo andando nos jardins do Colégio:
Precisamos reconhecer que o Espírito Santo, que é tanto uma pessoa como o próprio Deus, está andando por esses jardins” - Manuscrito 66, 1899.

Mais na frente o Pastor Austin Cooke explica:
O que então significa as expressões “derramado torrencialmente”, “caiu sobre todos” e “soprado neles”, ao descrever O Espírito Santo? As escrituras empregam certos elementos do mundo natural para descrever as obras dO Espírito Santo, e as expressões acima denotam exatamente isso. Sete termos são usados e cada um é significativo:
1. Água = Lavagem, refrigério, abundância;
2. Fogo = Purificação e iluminação;
3. Vento = Invisibilidade, independência, poder;
4. Óleo = Cura, conforto, consolo;
5. Orvalho/Chuva = Revitalização e força renovada;
6. Pomba = Gentileza, mansidão, perdão e paz;
7.Voz = Guia, advertência, ensinamento.

A expressão “derramado torrencialmente” assemelha O Espírito Santo à água ou à chuva, e dá a ideia de abundância. A expressão “fez cair sobre todos” (Atos 2: 33) significa “jorrar, fluir como um jato” (Grego), figurativamente “outorgar, dar, conferir” (Dr. Strong). É uma alusão a água e denota abundância.

Línguas de fogo” denotam o poder purificador dO Espírito Santo, e como Ele ilumina a mente humana.

Soprou neles” (João 20: 22). As escrituras usam o vento ou o sopro para descrever o ministério dO Espírito. “Sopra em mim o sopro de Deus” diz o hino. Isso dá a ideia de invisível, de poder independente. Um símbolo da comunicação dO Espírito a eles.
Jamison, Fawcett & Brown.

O Sopro dO Todo-Poderoso Deu vida ao homem e começou o mundo antigo. Assim o fôlego dO Poderoso Salvador deu vida a Seus ministros e começou um novo mundo.
Matthew Henry

O Espírito Santo é o sopro da vida espiritual na alma. A comunicação do Espírito é a transmissão da vida de Cristo. Reveste o que O recebe com os atributos de Cristo.” - O Desejado Todas as Nações, pág. 805

Agora examinemos o ministério da Pessoa dO Espírito Santo. Primeiro é evidente que O Espírito Santo executou um papel central na vida de Cristo:
Já tens ouvido; vê tudo isto; porventura, não o anunciareis? Desde agora, te tenho mostrado coisas novas e ocultas, que nunca conheceste.” Isaías 48: 6.

E, sendo Jesus batizado, saiu logo da água, e eis que se lhe abriram os céus, e viu o Espírito de Deus descendo como pomba e vindo sobre ele. E eis que uma voz dos céus dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo.” - Mateus 3: 16, 17 .

Então, foi conduzido Jesus pelO Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo.” - Mateus 4: 1.

Deve-se também reconhecer que O Espírito Santo É um agente fornecedor de grande poder à raça humana. Isso foi demonstrado entre os discípulos no Dia do Pentecostes. 
E, de repente, veio do céu um som, como de um vento veemente e impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam assentados. E foram vistas por eles línguas repartidas, como que de fogo, as quais pousaram sobre cada um deles. E todos foram cheios do Espírito Santo e começaram a falar em outras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem. E em Jerusalém estavam habitando judeus, varões religiosos, de todas as nações que estão debaixo do céu. E, correndo aquela voz, ajuntou-se uma multidão e estava confusa, porque cada um os ouvia falar na sua própria língua. E todos pasmavam e se maravilhavam, dizendo uns aos outros: Pois quê! Não são galileus todos esses homens que estão falando? Como pois os ouvimos, cada um, na nossa própria língua em que somos nascidos? - Atos 2: 2 – 8.

Em um discurso profético, o profeta Joel olhou para o futuro quando a chuva serôdia seria recebida pelo fiel povo de Deus:
E vós, filhos de Sião, regozijai-vos e alegrai-vos no SENHOR, vosso Deus, porque ele vos dará ensinador de justiça e fará descer a chuva, a temporã e a serôdia, no primeiro mês.” - Joel 2: 23 (KJV & RV 1865).

Tiago declara expressamente que as chuvas temporã e serôdia cairão torrencialmente sobre o povo de Deus no período da segunda vinda de Cristo:
Sede, pois, irmãos, pacientes até a vinda do Senhor. Eis que o lavrador espera o precioso fruto da terra, aguardando-o com paciência, até que receba a chuva temporã e a serôdia.” - Tiago 5: 7

Além do mais, a Personalidade dO Espírito Santo é evidenciada em muitos textos das Escrituras. Jesus claramente mostrou compreender a personalidade dO Espírito Santo quando comissionou os discípulos a levarem a mensagem Cristã ao mundo. Quando fomos batizados e aceitamos a ordenação de ministros do evangelho, nós aceitamos a comissão de Cristo ao mundo:
Ide portanto, e ensinai a todas as nações, batizando-os em nome dO Pai, e dO Filho, e dO Espírito Santo.” - Mateus 28: 19.

Aqueles que são batizados no nome triplo dO Pai, dO Filho e dO Espírito Santo.” - Testemunhos p/ a Igreja vol. 6, pág. 91

A benção do apóstolo Paulo sobre os crentes de Corinto incorpora Os Três Membros da Divindade, identificando O Espírito Santo como um membro específico da Divindade:
A Graça dO Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão dO Espírito Santo, seja com todos vós.” - II Coríntios 13: 14

Agora, se O Espírito Santo não é um ser igual ao Pai e ao Filho, então essa afirmação usada em todos os batismos que assistimos ou efetuamos, não faria sentido algum. Se O Espírito Santo É o poder inanimado dO Pai, então seria redundante mencioná-lo duas vezes.
Essa igualdade com Deus e Cristo é ainda mais confirmada quando Paulo declara que O Espírito Santo É eterno:
Quanto mais o sangue de Cristo, que, pelo Espírito eterno, se ofereceu a si mesmo imaculado a Deus, purificará a vossa consciência das obras mortas, para servirdes ao Deus vivo?” - Hebreus 9: 14.

A Bíblia descreve muitas das características de Deus O Pai que também são características dO Espírito Santo:
(1) O Espírito Santo executou um papel na criação.
E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas.” - Gênesis 1: 2.

(2) O Espírito Santo É onipresente.
Para onde me irei do teu Espírito ou para onde fugirei da tua face? Se subir ao céu, tu aí estás; se fizer no Seol a minha cama, eis que tu ali estás também; se tomar as asas da alva, se habitar nas extremidades do mar, até ali a tua mão me guiará e a tua destra me susterá. ” - Salmo 139: 7-10.

(3) O Espírito Santo É onisciente.
Quem guiou o Espírito do SENHOR, ou como seu conselheiro o ensinou?Com quem tomou ele conselho, que lhe desse entendimento, e lhe ensinasse o caminho do juízo, e lhe ensinasse conhecimento, e lhe mostrasse o caminho do entendimento?” - Isaías 40: 13, 14 .

(4) O Espírito Santo executa um papel vital na redenção.
A Divindade moveu-se de compaixão pela raça, e o Pai, o Filho e o Espírito Santo deram-Se a Si mesmos ao estabelecerem o plano da redenção.” - Conselhos Sobre Saúde, pág. 222.

Quando Jesus explicou que Ele deveria deixar os discípulos e retornar para o céu, onde Ele se tornaria nosso Sumo Sacerdote celestial ministrante, Suas palavras foram claras:
E Eu orarei ao Pai, e Ele vos dará um outro Consolador, para que Ele possa estar convosco para sempre.” - João 14: 16.

Assim, o Espírito Santo está conosco. Além disso, O Espírito Santo habita pela fé no fiel povo de Deus.
O Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê, nem o conhece; mas vós o conheceis, porque habita convosco e estará em vós.” - João 14: 17.

Um pouco mais tarde Jesus deu-nos maior luz sobre O Espírito Santo:
Todavia digo-vos a verdade, que vos convém que eu vá; porque, se eu não for, o Consolador não virá a vós; mas, quando eu for, vo-lo enviarei. E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo. Do pecado, porque não crêem em mim; Da justiça, porque vou para meu Pai, e não me vereis mais; E do juízo, porque já o príncipe deste mundo está julgado. Ainda tenho muito que vos dizer, mas vós não o podeis suportar agora. Mas, quando vier aquele Espírito de verdade, ele vos guiará em toda a verdade; porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e vos anunciará o que há de vir. Ele me glorificará, porque há de receber do que é meu, e vo-lo há de anunciar. - João 16: 7 – 14.

Exatamente como em seu diálogo anterior com os discípulos, Jesus refere- Se ao Espírito Santo com o pronome pessoal “Ele”. Muitos questionam que deveria-se usar uma expressão impessoal, ao invés do pronome pessoal “Ele”. Mas a leitura ficaria sem sentido se substituíssemos “Ele” por “Isso”. Um poder impessoal pode reprovar? Pode guiar? Pode falar? Pode nos mostrar coisas que estão por vir? Fica textualmente claro que deve ser usado o pronome pessoal para se obter o perfeito sentido das palavras de Jesus. Está claro que o papel do Espírito Santo é ser a contínua presença na vida de todo ser humano que O recebe.

E eu rogarei ao Pai, e Ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre. - João 14: 16.

O Espírito Santo ilumina e conduz o povo de Deus à verdade de maneira que possamos ser fiéis testemunhas do evangelho.
Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.” - João 14: 26.

O Espírito Santo nos avisará dos perigos espirituais e nos dirá com antecipação dos enganos daqueles que desistirão da lealdade a Deus, para serem leais a satanás.
Mas o Espírito expressamente diz que, nos últimos tempos, alguns apostatarão da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores e a doutrinas de demônios.” - I Timóteo 4: 1

Nossa compreensão do Espírito Santo como Um Ser Pessoal é grandemente fortalecida pela advertência de Jesus de que a blasfêmia contra O Espírito Santo não pode ser perdoada. Blasfêmia são palavras ou atitudes desdenhosas ou profanas para com Deus, como proclamar ser Deus, ou possuir Seu poder, ou ser seu servo quando não somos (veja Apocalipse 2: 9). Não há evidência alguma de que a blasfêmia esteja relacionada a uma força impessoal.

Portanto, eu vos digo: todo pecado e blasfêmia se perdoará aos homens, mas a blasfêmia contra O Espírito Santo não será perdoada aos homens. E, se qualquer disser alguma palavra contra o Filho do Homem, ser-lhe-á perdoado, mas, se alguém falar contra o Espírito Santo, não lhe será perdoado, nem neste mundo nem no mundo por vir.” - Mateus 12: 31, 32.